Metalock Brasil executa reparos em motores elétricos de propulsão de proa de três embarcações

A Metalock Brasil, empresa de Reparos Navais e Industriais, há 60 anos atuante no país, oferece serviços de reparos elétricos.

A Taiyo, fabricante de motores elétricos, geradores, painéis de controle, ventiladores, propulsores elétricos navais e industriais, de origem nipônica, é representada pela Metalock Brasil há cerca de 20 anos.

A Metalock Brasil realizou reparos em motores elétricos de propulsão de proa para auxílio de atracação e movimentação lateral de embarcações, em inglês, Bow Thruster. Os reparos foram feitos em três navios de carregamento de veículos RoRo, em motores elétricos onde as bobinas são fixadas no estator, nas chamadas estecas.

Em alguns desses equipamentos, se houver problemas com a resina, corre-se o risco de as bobinas caírem, acarretando a possibilidade de curto-circuito. A situação se agrava em se tratando de motores verticais.

No caso dos motores dos navios atendidos, a Metalock Brasil e seus experientes profissionais treinados pelo próprio fabricante, no Japão, encontraram um problema de saturação da resina de impregnação das bobinas, que em conjunto com sua capacidade de isolamento e rigidez mecânica afetada pelo verniz de impregnação, levaram as estecas de fechamento das ranhuras do motor a ceder, pois os motores de Bow Thruster operam na posição vertical.

Tendo sido seu projeto aprovado pelo fabricante, a Metalock Brasil foi contratada para executar a substituição das estecas destacadas das ranhuras do estator dos motores Taiyo de 1800KW / 3300V, instalados em três navios RoRo.

Os serviços foram realizados em viagem, ou seja, com os navios em operação normal.

O procedimento consistiu primeiramente, na remoção do estator, sem remoção do rotor de sua posição usual, por meio de travamento mecânico projetado pela Metalock Brasil; foi realizada a substituição das estecas avariadas e o isolamento das bobinas do estator; remoção completa do motor, montado para um patamar superior do compartimento de proa; substituição dos rolamentos; montagem do motor na base. Por fim, foram feitos os testes necessários de funcionamento com carga.

O serviço todo demandou 28 dias de trabalho de uma equipe de três técnicos da Metalock Brasil.

Voltar